| Publicado em: 05/09/2017 07:00:00

Conteúdo oferecido pela Unimed Blumenau

Cantores, professores, médicos, advogados, vendedores, palestrantes... são tantos os profissionais que utilizam a voz como parte de seus instrumentos de trabalho. Conforme o Ministério da Saúde, estas pessoas precisam ter um cuidado ainda maior para evitar o desenvolvimento de problemas de voz, já que eles usam as cordas vocais com mais frequência.

 

O QUE PODE CAUSAR PROBLEMAS NA VOZ?

  • Uso indevido e uso excessivo da voz;

  • Infecções respiratórias superiores.

  • Inflamação causada por refluxo gastroesofágico.

  • Crescimentos nas pregas vocais, como nódulos vocais.

  • Câncer de laringe.

  • Doenças neurológicas.

  • Trauma psicológico.

 

COMO SABER SE AVOZ NÃO ESTÁ SAUDÁVEL?

O Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (U.S. Department of Health & Human Services) orienta que é preciso estar atento a algumas questões. Ao responder "sim" a uma das perguntas abaixo, você pode ter um problema de voz.

Há dias sua voz ficou rouca e não voltou ao normal?

Você perdeu a habilidade de alcançar algumas notas altas ao cantar?

Frequentemente você sente a garganta dolorida ou tensa?

Tornou-se um esforço conseguir falar?

Repetidamente você pigarreia com o intuito de limpar a garganta?

Se alguma das situações acima é familiar para você, relate ao seu médico. Grande parte dos problemas de voz podem ser revertidos ao tratar a causa subjacente ou por meio de uma gama de tratamentos. Também é importante estar atento a situações de rotina que podem interferir na saúde vocal, confira algumas orientações:

 

DICAS PARA EVITAR PROBLEMAS DE VOZ

  • Hidrate-se com frequência, de 2,5 litros a 3 litros por dia.

  • Limite a ingestão de bebidas alcoólicas, o álcool irrita as membranas mucosas que revestem a garganta.

  • Ao perceber problemas na voz, não se automedique, pergunte ao seu médico quais medicamentos são mais seguros para o seu caso.

  • Não fume e evite o fumo passivo, pois o fumo irrita as pregas vocais.

  • Inclua em sua dieta grãos, frutas e legumes de forma abundante. Elas ajudam a manter a garganta saudável.

  • Se você tem azia com frequência, converse com seu médico sobre mudanças na dieta ou medicamentos que podem ajudar a reduzir os episódios.

  • Evite bochechos ou gargarejos com produtos que contenham álcool, opte por enxaguantes bucais sem álcool na composição.

  • Evite falar ou cantar quando a voz está rouca. Também evite falar em lugares barulhentos, pois tentar falar mais alto do que o ruído pode tencionar as cordas vocais.

 

Fonte: Ministério da Saúde / U.S. Department of Health & Human Services

Este material foi publicado originalmente no portal da Unimed Blumenau.

Veja mais dicas em www.unimedblumenau.coop.br.



A certificação ITIL mudou mas continua requisitada pelas empresas
FGV abre inscrições para cargos no Tribunal de Justiça de SC
Projetos da A2C são os vencedores do 5º Startup Weekend
Prefeitura de Blumenau disponibiliza aplicativo do SUS com Inteligência Artificial
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado



Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado


Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina

Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação

Patrocinado
Patrocinado


As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |