Legislação | Publicado em: 10/02/2017 11:37:00

A Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) deve custar aos consumidores de energia R$ 11,904 bilhões em 2017.

Esse valor é 22,2% menor que o cobrado em 2016, quando orçamento ficou em R$ 15,3 bilhões.

De acordo com a Aneel, o corte deve gerar barateamento médio de 2% nas tarifas neste ano.

No entanto, por ser apenas uma redução média, não signigica que as contas de luz vão ficar mais baixas.

A CDE é apenas um dos componentes das tarifas de energia, que variam entre as distribuidoras.

A CDE é um fundo que financia programas como o Luz para Todos e o Tarifa Social, que subsidia a conta de luz de famílias de baixa renda.

Ele também banca a compra de parte do combustível usado nas termelétricas que atendem aos chamados sistemas isolados, regiões do Norte do país onde a rede de transmissão de energia ainda não chegou.

Com informações do Jornal de Pomerode.




Vara do Trabalho realiza audiência por vídeo com autor residente nos EUA


Projeto leva ao Congresso o Simples Trabalhista


Tribunal do Trabalho quer ajudar empresas em acordos


Setorização do Fisco garante crescimento da arrecadação

Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |
<—HiFRITZ—> <—HiFRITZ—>