Legislação | Publicado em: 02/03/2017 13:45:00

A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trablaho condenou a  Sociedade Coropo de Bombeiros Voluntários de Joinville, a indezinar um bombeiro como mesmo adicional de periculosidade que é concedido ao bombeiros civis.

O adicional é de 30% e o Tribunal, afirmou em sua decisão que o trabalhador já recebia o adicional de periculosidade sob o título de adicional de risco, previsto em norma coletiva. 

A decisão teve fundamento na Lei 11.901/2009. 

É possível conferir a íntegra da decisão, publicada originalmente no site do Tribunal Superior do Trabalho, clicando AQUI

 

 




SESCON de Joinville abre curso de retenções tributárias: IRRF / CSRF / INSS / ISS
Empresas poderão testar ambiente do eSocial a partir de julho
Em Gaspar contribuintes precisarão atualizar o sistema para emissão de Nota Fiscal Eletrônica
Novo ISS infla burocracia de inscrições municipais
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |