Indústria | Publicado em: 16/02/2017 21:41:00

A Organização das Nações Unidas (ONU) movimenta em nível mundial um mercado de aproximadamente US$ 15 bilhões com compras públicas que abrangem diversos setores da indústria.

A informação é do General e Comandante Logístico do Exército, Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, que participou da reunião do Comitê da Indústria de Defesa da Fiesc, em Florianópolis.

“É um mercado de mais de 15 bilhões de dólares e a participação brasileira é ínfima. Fiquei impressionado com o que vi hoje em Santa Catarina”, afirmou o general, salientando que a indústria catarinense pode ser fornecedora do sistema ONU, que faz licitações para comprar de alimentos e medicamentos a veículos.

De acordo com Theophilo, além dos benefícios relacionados à defesa, a participação brasileira em operações de paz traz vantagens para as empresas do País tanto pela aquisição de produtos para a tropa nacional quanto pela divulgação dos produtos que serão utilizados no exterior.

O presidente da Fiesc e do Comdefesa, Glauco José Côrte, relatou que a entidade está empenhada na melhoria da competitividade da indústria e isso passa por estratégias que estão ancoradas em quatro grandes vertentes: melhoria do ambiente institucional, da educação (nível de escolaridade do trabalhador), da inovação e tecnologia e da saúde e segurança do trabalhador.

“A nossa aproximação com as Forças Armadas está dentro do escopo de uma indústria que agregue valor aos nossos produtos e seja uma indústria que contribua para o desenvolvimento não só do Estado, mas do Brasil”, comentou.

Côrte também destacou a necessidade de melhorar a infra-estrutura física e lembrou que o custo de logística catarinense é superior ao da média nacional.

“As condições da infra-estrutura não são boas. O governo federal tem investido pouco. Nossos aeroportos regionais precisam ser ampliados e melhorados e não temos ferrovias”, ressaltou.

O Comdefesa é uma instância consultiva da Fiesc cujo papel primordial é a aproximação entre a indústria e as Forças Armadas para promover a geração de oportunidades de negócios e o desenvolvimento do setor de defesa como segmento estratégico para o Estado.

Forças Armadas: Outro mercado que oferece boas oportunidades à indústria são as Forças Armadas Brasileiras. O segmento de defesa brasileiro compra de alimentos a munição dos mais diversos setores da indústria. Conheça as condições para ser um fornecedor AQUI




Convênio possibilitará avanço na pesquisa de bovinocultura
Zehn Bier lança duas novas cervejas artesanais
FGM inicia operação de novo centro logístico
Mercomóveis inicia nesta segunda e mostra o potencial moveleiro do Oeste de SC
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |