Indústria | Publicado em: 07/04/2017 19:44:00

A Embraco, multinacional fabricante de compressores, localizada em Joinville, utiliza as soluções WEG de Eficiência Energética para otimizar seus processos desde 2014.

Focada em inovação, busca constantemente reduzir impactos ambientais relacionados aos processos de manufatura e de consumo de energia elétrica, especialmente após a implantação do World Class Manufacturing, cuja metodologia é focada na eliminação de perdas e desperdícios.

Recentemente substituiu motores antigos por soluções de alta eficiência nas bombas e ventiladores de suas torres de resfriamento, as quais resultaram em uma expressiva economia de energia elétrica e água.

Solução

A solução implantada consiste na troca dos motores antigos por modelos de alta eficiência W22 IR3 Premium e W22 Well IR3 Premium, acionados por inversores de frequência CFW11e CFW700, interligados a um sensor que controla a temperatura da água da torre de acordo com a real necessidade de operação do ventilador. Foi implantado ainda um sensor de pressão para o controle das bombas.

O sistema antigo possuía controle On/Off, ou seja, a ventilação era acionada de acordo com a necessidade de refrigeração. E não havia um sistema de controle de pressão para as bombas.

Após avaliações, constatou-se que seria possível modernizar o sistema e reduzir consideravelmente o consumo de energia em ambos os equipamentos.

Outro destaque se dá a um exclusivo sistema desenvolvido pela WEG, que simplifica o processo ao controlar a temperatura e pressão diretamente pelo drive.

Economia de energia no ventilador

Antes da solução, o ventilador, que é utilizado para resfriar a água da torre, consumia 159 kWh/dia. Após a implantação, o consumo caiu para 69 kWh/dia, gerando uma economia de 32.500 kWh/ano. Ou seja, uma redução de 56% de energia no ventilador das torres.

Economia de energia na bomba

Antes da solução, as bombas das torres, cuja função é bombear a água resfriada para o processo, apresentavam um consumo de energia de 2.205.351 kWh/ano. Após a implantação, obteve-se uma economia de 39% de energia ou 853.832 kWh/ano.

Economia de água

Além da redução no consumo de energia, houve uma substancial economia de água, de 11% ou 2,2 m³/dia, equivalente a 110 garrafões de 20L. Quantidade de água suficiente para abastecer cinco residências por dia.

"Os principais ganhos deste projeto foram a redução expressiva do consumo de energia aumentando nossa competitividade, renovação tecnológica dos equipamentos e confiabilidade de operação. Ainda, uma vez que constatamos grande ociosidade térmica das torres que estavam no escopo do projeto, iniciamos uma análise critica de dimensionamento destes equipamentos o que possibilitou a desativação de outra torre que não fazia parte do escopo deste projeto apenas alterando a distribuição térmica. Ou seja, perdas invisíveis até então passam a aparecer aumentando ainda mais nossa competitividade", afirma Ricardo Luiz Samistraro, coordenador do projeto e especialista em processos elétricos da Embraco.




Convênio possibilitará avanço na pesquisa de bovinocultura
Zehn Bier lança duas novas cervejas artesanais
FGM inicia operação de novo centro logístico
Mercomóveis inicia nesta segunda e mostra o potencial moveleiro do Oeste de SC
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |