Logística | Publicado em: 01/06/2017 10:00:00

Não é de hoje que a carga tributária brasileira, a maior da américa latina, é questionada por pessoas físicas e jurídicas. A quantidade de obrigações fiscais pode chegar a quase 100, considerando tributos, taxas, contribuições, entre outras categorias. No setor logístico, 50% da composição dos custos das empresas brasileiras estão relacionados ao pagamento de tributos.

Quantidade e complexidade aqui são elementos que podem comprometer a prestação de contas das empresas que operam no setor. Nesse contexto, erros em processos manuais e pouco integrados geram grandes impactos, como o pagamento de multas e até a suspensão das atividades.

Para aumentar o desafio, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2015, o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil caiu 3,8% em relação à 2014. Essa foi a maior queda desde o início da série histórica, no ano de 1996. Em 2016, o PIB recuou 3,6% e o país experimentou a pior recessão da sua história. Obviamente o setor logístico sente os impactos da crise, ao passo que indústria e comércio apresentam retração em suas atividades.

O desafio da redução de custos logísticos na crise

Nesse cenário de instabilidade econômica, surgem desafios como reduzir os custos, diminuir retrabalho, mitigar riscos e estar em conformidade com obrigações legais para manter a competitividade e a sustentabilidade dos negócios. Fazer mais com menos e estar em dia com o fisco se tornam premissas de sucesso do negócio.

Uma boa notícia é que a logística deve alcançar 22% do PIB em 2018 no Brasil. Além disso, um estudo do BNDES sobre aportes nos próximos quatro anos aponta para o crescimento do setor de 57%, como consequência das concessões. A previsão é de investimentos de R$ 240 bilhões em projetos logísticos, com a construção de 11 mil km de linhas férreas e 7 mil km de rodovias. Além disso, a modernização de aeroportos e portos brasileiros, previstos no Programa de Investimentos em Logística (PIL) posiciona o setor entre os que terão maior taxa de crescimento nos próximos quatro anos.

O desafio da legislação tributária no setor logístico

Por mais cuidadosas que sejam, é muito difícil para as companhias estarem 100% aderentes à legislação tributária vigente. Não é por questão de má fé, trata-se apenas da simples impossibilidade operacional de acompanhar o modelo tributário brasileiro. Queda na lucratividade, endividamento por falta de recursos e comprometimento do fluxo de caixa são algumas das consequências da falta de controle tributário enfrentadas pelas empresas de logística no país.

Por isso, construir um planejamento tributário — mesmo que não seja tão fácil e venha a exigir esforço extra — é um aspecto fundamental para que sua empresa possa usufruir inclusive dos incentivos fiscais oferecidos pelo poder público.

Existem formas de incentivo fiscal que podem ser utilizadas para o crescimento ou modernização de uma empresa. Você pode, por exemplo, ao invés de pagar os Impostos sobre Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ), investir em outros programas que reduzem ou até eliminam os encargos. Lembrando que os programas de incentivo podem ser de âmbito federal, estadual, municipal ou regional, o que implica dizer que o planejamento tributário precisa estar atento a todas essas esferas, para fazer as melhores opções para seu negócio.

Como transformar desafios do setor logístico em crescimento?

As notícias de crescimento são inspiradoras, mas você sabe que vencer os desafios do setor logístico no Brasil, driblar a crise e a falta de investimento em infraestrutura não é tarefa fácil.  Você vê oportunidades mas está perdido em meio à sua operação?

Então segue outra boa notícia: você pode (e deve!)  buscar o apoio de tecnologias para driblar esses desafios!

Se por um lado não é possível fazer milagres para aumentar as receitas, é viável sim, manter os custos racionalizados e produzir mais com os meios disponíveis, aumentando a margem do negócio. Os processos que envolvem entendimento, apuração e retenção de impostos, tributos, encargos e obrigações auxiliares precisam ser redesenhados e a operação automatizada, tudo isso por meio de uma solução especializada no setor.

A tecnologia otimiza os processos e traz a segurança necessária para que sua empresa esteja em conformidade com os aspectos legais do setor logístico. Somente assim é possível atender diferentes regras, inúmeros detalhes e infinitas variações de acordo com o tipo de mercadoria transportada e com o caminho a ser percorrido, por exemplo.

Case de sucesso!

A Coopercarga, um dos maiores destaques do Brasil no segmento de transporte e logística, já comprovou que usar tecnologia faz muita diferença. Com uma plataforma especializada, a empresa conseguiu excelentes resultados operacionais e de qualidade das informações para gestão e tomada de decisão. Ao passar a utilizar uma solução especializada em logística, a empresa deu um salto de produtividade superior a 50% em processos rotineiros, mas que geravam gargalos, como a emissão de documentos fiscais eletrônicos.

Não é à toa que a tecnologia é uma das tendências na área de logística. Por isso, entre em contato conosco e conheça uma solução sob medida para sua empresa manter as obrigações tributárias de logística sempre em dia!


Linha Direta

Benner Sistemas
(47) 3321-1300
www.benner.com.br


Exportações de carne de aves já superam um bilhão de dólares
Vantagens de um software de logística para as transportadoras
Projeto para aumentar em 62% o Aeroporto de Navegantes é apresentado na ACII
Porto São Francisco do Sul investe em tecnologia IP
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |