Entidades | Publicado em: 01/03/2017 17:20:00

Com o objetivo de ampliar o comércio com o Japão, a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) integra missão catarinense ao País asiático para participar da Foodex Japan 2017, maior feira de alimentos e bebidas da Ásia, em Tóquio.

Em parceria com a Embaixada do Brasil em Tóquio, a FIESC promoverá encontro para debater oportunidades bilaterais de negócios, parcerias e investimentos. Também estão programadas apresentações sobre atração e investimentos no Brasil, conjuntura econômica, tecnológica e social de Santa Catarina, além da agroindústria catarinense e as potencialidades para o mercado japonês.

A delegação também é integrada pelo governador Raimundo Colombo, pelo vice-presidente da FIESC para o Centro-Norte, Gilberto Seleme, pelo diretor-executivo do Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados no Estado de Santa Catarina (Sindicarne), Ricardo de Gouvêa, secretários de Estado, entre outras autoridades.

O presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, lembra que em 2014 uma comitiva catarinense participou da Foodex Japan. Em meados de 2013 foi anunciada a abertura do mercado japonês para a carne suína brasileira, com habilitação de indústrias para exportar ao País.

"Considerado um dos mercados mais exigentes do mundo, o Japão é um tradicional importador de produtos catarinenses, especialmente de carne de frango. A presença na feira é fundamental para nos aproximarmos ainda mais dos compradores e para avançar nas exportações de carne suína", afirma.

Em 2016, os embarques catarinenses ao Japão totalizaram US$ 323,2 milhões. Os principais produtos vendidos ao País asiático foram carnes e miudezas, partes para motores, soja e bombas de ar. No mesmo período, as importações do Estado vindas do Japão somaram US$ 144,4 milhões. As principais mercadorias compradas foram partes e acessórios de veículos, aparelhos para análises físicas e químicas, máquinas e aparelhos para impressão e instrumentos para medicina.

A Foodex Japan é realizada desde 1976. Nesta edição, a expectativa é reunir 3,2 mil expositores de cerca de 80 países e regiões do mundo, além de 76 mil compradores.

Segundo informações do Ministério da Agricultura, a participação brasileira contará com 24 expositores, que levarão para a feira um portfólio diversificado de produtos. O País asiático oferece oportunidades para negociar commodities, produtos processados e de alto valor agregado.

Além do mercado japonês, o evento abrange a Coréia do Sul, Taiwan, China, Tailândia e Hong Kong. O Japão representa a terceira maior economia no mundo. Com uma população de 127 milhões de habitantes e alto poder aquisitivo, o País possui a segunda maior renda bruta per capita da Ásia e elevado potencial para consumo.

Ainda durante a missão estão programadas reuniões no National Agriculture, Food Research Organization (NARO), um centro de referência para diversas áreas da agricultura; no departamento de Agricultura, Florestas e Pesca, e no Centro de Pesquisa em Cultura de Macieira.

  




Sescon Blumenau promove 4ª Semana Fiscal em Blumenau
Balneário Camboriú terá seminário para empreendedor
Tecnologia faz custeio de estados cair, diz estudo
2ª edição da Rodada de Negócios da CDL Jovem Blumenau recebe 70 empresas
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |
<—HiFRITZ—> <—HiFRITZ—>