Entidades | Publicado em: 25/08/2017 17:00:00

A Reforma Trabalhista terá um enorme impacto sobre as relações de trabalho. O texto-base promulgado pelo presidente Michel Temer no dia 14 de julho deverá entrar em vigor no próximo dia 14 de novembro, quando expira o período de adaptação de 120 dias.

 Os advogados trabalhistas Wolnei Ferreira e Romeo Piazera Jr. deram esclarecimentos durante a palestra “Relações do Trabalho”, durante o CONCARH 2017, realizado em Florianópolis pela ABRH-SC (Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Santa Catarina).

Confira as dicas:

  • A reforma veio corrigir deficiências na legislação trabalhista. Nesse primeiro momento é importante ter cautela e responsabilidade em relação ao que vamos fazer em nossos ambientes de trabalho.

  • A reforma atualiza artigos da Confederação das Leis do Trabalho (CLT) e traz, como principal alteração, a possibilidade de patrões e empregados negociarem diretamente, e com força de lei, uma lista com 15 itens que já possuem decisões prévias consolidados pela CLT, como jornada de trabalho, participação nos lucros, banco de horas, entre outros.

  • A espinha dorsal da Reforma Trabalhista é a valorização da negociação coletiva. Não há dúvidas de que este é o melhor caminho, tanto para o empregado quanto para o empregador.

  • Apesar de amparadas pela nova legislação, as mudanças na CLT poderão receber enfrentamento da Justiça do Trabalho. Contudo, a expectativa é de que o número de processos trabalhistas reduza.

  • Apenas em 2016 o Tribunal Superior do Trabalho (TST) recebeu 3,9 milhões de novos processos. Atualmente, 2,5 milhões estão em tramitação.

  • A necessidade de alterações nas legislações trabalhistas surgiu a partir das mudanças impostas pela tecnologia às relações de trabalho.

  • A tecnologia acarretou no desdobrar do que os especialistas chamam de a 4ª Revolução Industrial, já em curso, e que deverá eliminar cinco milhões de empregos nos próximos cinco anos.

  • Em muitos países, 65% das crianças de hoje trabalharão em sistemas que ainda nem existem e 47% das funções que existem hoje correm o risco de desaparecer sob a ditadura da tecnologia.

  • Os profissionais do RH precisarão se reinventar para gerir as pessoas, sobretudo das diferentes gerações que atuam no mercado.

  • A tecnologia trouxe um novo cenário para a gestão de recursos humanos, especialmente a partir das TICs – Tecnologias de Informação e Comunicação. Não há mais distância entre o empregado e o empregador.

  • Entre as ferramentas que os profissionais de RH terão à disposição nesta empreitada está a comunicação. Através dela, o Recursos Humanos deverá identificar valores e compreender expectativas para comunicar adequadamente e dissolver barreiras entre os colaboradores de uma organização.

  • É comum ver jovens de 17 anos entrando no mercado de trabalho, com uma velocidade de conhecimento e domínio tecnológico superior, mas, sem respeitar hierarquias, convivendo com profissionais mais experientes, de gerações passadas.

  • Os profissionais de recursos humanos precisarão de criatividade e inovação para comunicar efetivamente para esses grupos e evitar choques entre as diferentes gerações. 




Pesquisadores da Unisul recebem prêmio de melhor artigo em Simpósio Mundial
CDL Jovem Blumenau abre inscrições para a 2ª edição da Rodada de Negócios
Núcleo de Informática da Acirs discute melhorias com prefeito de Rio do Sul
Cresce consumo da carne suína no Brasil e exterior
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado
Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |