Veículos | Publicado em: 13/01/2017 17:01:00

A próxima geração do Focus já está nas pranchetas do departamento de engenharia da Ford. Ela estreia em 2018, quando a geração atual estará completando seus oito anos de mercado global, e tem como uma de suas metas ser desenvolvida com mais foco no mercado europeu.

A estratégia de ter veículos globais deu certo para a Ford ter modelos iguais e atualizados no mundo inteiro. Mas em vez de fazer do próximo Focus um carro pensado globalmente, a Ford quer devolver a ele a essência de carro europeu.

Não é algo que diz respeito apenas ao estilo, mas também ao acerto dinâmico: as duas primeiras gerações do Focus tinham feeling de direção mais empolgante do que o atual, que ficou mais anestesiado ao se preocupar com o conforto. A Ford quer entregar conforto com a mesma agilidade dos primeiros Focus.

Esta é uma guinada importante para o modelo, que tem a Europa como seu principal mercado. E seus principais concorrentes, Volkswagen Golf e Opel Astra, são essencialmente europeus, por mais que sejam vendidos em vários locais do mundo.

O hatch terá entre-eixos ligeiramente maior para aumentar o espaço no banco traseiro. Mesmo que o novo Focus mantenha a arquitetura atual, Global C-car, o modelo terá mais partes de aço de alta resistência em sua estrutura para ajudar na redução de seu peso.

Nada disso, porém, livra o carro de entrar na onda dos aventureiros, que ainda estão em alta no Velho Continente. Tal como a nova geração do Fiesta, o novo Focus terá uma versão Active com molduras plásticas nas caixas de roda, para-choques diferenciados e suspensão elevada. Será uma opção entre o EcoSport e o Kuga, SUV médio derivado do Focus.

Por lá, porém, os aventureiros geralmente possuem reais aptidões em superfícies de baixa aderência, como a neve. Por isso a Ford está disposta a colocar tração integral no Focus Active para que ele possa brigar de igual para igual com o Golf AllTrack (que é baseado na perua do Golf).

Na Europa, existe a intenção de eliminar as versões mais simples do Focus para abrir espaço para os Fiesta mais completos. Ainda assim, sua gama de motores começará pelo 1.0 EcoBoost de três cilindros com potências entre 99 cv e 138 cv.

O motor diesel de trabalho será o 1.5 TDCI com potências de 84 cv e 118 cv, além de um 2.0 com mais de 150 cv. A versão elétrica, que já existe hoje, pemanecerá na linha.

Fonte: Quatro Rodas




Os dez melhores interiores de carro de 2017, segundo a Ward’s
Nova geração do Navigator quer resgatar imagem de luxo da Lincoln
Novo Mitsubishi Pajero Dakar já roda no país
Manutenção no filtro do automóvel traz economia para o proprietário
Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado

Blog do Editor






















Patrocinado





Agenda Executiva

Encontre cursos, palestras e eventos em Santa Catarina


Empregos

Pensou em mudar de empregou ou carreira?
Encontre sua nova vocação



As mais lidas







Reprodução

Permitimos a livre reprodução do conteúdo, respeitados os contextos da edição. Agradecemos a citação da fonte - www.noticenter.com.br

Endereço

Rua Petrópolis, 206 - CEP 89010-240 - Blumenau - SC
Telefone (47) 3035-4314 | (47) 3035-4316

Receba em seu e-mail



Visite as Redes Sociais

Capa | Cidades | Blog do Editor | Legislação | Carreiras | Entidades | Gestão | Indústria | Logística | Marketing | Tecnologia | Têxtil | Imóveis | Saúde | Veículos |